segunda-feira, 11 de junho de 2012

Como Melhorar sua autoestima?


Como melhorar sua autoestima de verdade por Frederico Mattos

Quando o assunto é autoestima ouço muita marmelada. Gente que confunde autoestima com narcisismo ou com autoconhecimento ou com encontro com sua essência.
Sou mais prático, autoestima é quando você é capaz de cuidar e apreciar aquilo que você FAZ.

Sim, tem que escalar para chegar no cume
Tem pessoas que acham que o mais importante é sua essência boa, pura e cheia de amor para dar que de fato ninguém nunca viu. Elas alegam medo, timidez ou receio de sofrer, mas na minha visão isso não importa, pois se você não faz nada do que acha que realmente é, isso é só uma fantasia de si mesmo.
Que você tenha todo o amor do mundo, o que está realmente fazendo para que o “mundo”  (de 3 a 5 pessoas ao seu redor) conheça? Tem conseguido elogiar (você está tão bonita hoje), fazer carinho (vem cá, põe a cabeça no meu colo para te fazer um chamego), dar um apoio (eu nem imagino como deva estar sendo difícil isso, mas estou do seu lado, aqui e agora e prometo que não vou fugir) e ser generoso?
Você tem ideias sensacionais que poderiam mudar o mundo? Uau! Então onde elas estão aplicadas na vida real, tem um projeto no papel, sólido, viável? Já fez um experimento disso num contexto pequeno e com poucas pessoas? Já conversou com alguém da área que se aplica essa ideia (ou fica alegando que tem medo que alguém roube sua genialidade)?
Você tem dúvidas sobre sua beleza? Já procurou alguém que seja realista para dizer o que pode melhorar ou não na sua aparência? Você consegue deixar de comer besteiras (de verdade, sem peso e sem mimo de quem perdeu a mamadeira porque acha que tudo tem que ser gostosinho)? Já ativou o seu corpo com afinco (sem reclamar que é muito doloroso e chato a academia e desistir no primeiro mês porque não perdeu 100 kg)? Consegue se vestir bem ou fica sambando em roupas grandes e pequenas como se fosse um saco de batata e alegando que roupa não define carater?
Ouça com atenção, NENHUM milagre vai acontecer para que você comece a gostar de si mesmo se não tiver um mínimo de persistência para FAZER algo realmente significativo. A maior parte das pessoas que tem baixa autoestima fica lamentando, choramingando, falando que a culpa é da insensibilidade dos outros que não reconhecem a pessoa especial que (no fundo, bem lá no fundo) é.
Desculpa avisar, ninguém vai gostar realmente de uma pessoa que carrega uma nuvem escura em cima da cabeça.
A pessoa com baixa autoestima costuma ser mimada e imaginar que tudo acontece num passe de mágica, sem nenhum empenho. Alega que não consegue mudar (não quer fazer o serviço sujo e chato) e que tudo é difícil.
Para ser uma pessoa apaixonada por si mesma, tem que ser alguém apaixonável e para isso tem que fazer algo concreto e apaixonante. Algo que seja do seu gosto e brilhe aos seus olhos e que no final das contas vai encantar o olhar dos outros. O amor dos outros vai reforçar sua autoestima (se você não ficar com frescura recusando elogios) e isso será um ciclo positivo até o momento que terá uma estabilidade em suas ações.
Saiba que nesse percurso muita coisa sairá do avesso e que o topo não é necessariamente o lugar mais alto que alguém poderia chegar, mas que possa ser o seu melhor. Alimentar megalomanias é a principal causa de baixa autoestima. Perfeição não existe.
Cuide de si mesma, seja sua própria musa, fique em boas companhias, vista-se bem, tenha assuntos e gostos interessantes, expanda seu círculo de convívio, saia da sua toca emocional e ame tudo isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é importante!

Música da Semana-